domingo, janeiro 12, 2014

NÃO HÁ NADA TÃO ORIGINAL,QUANTO ELA.

A vida desafia a me desafiar.Mas o desafio me parece algo tão concreto e tão incerto.
Dizem que sou capaz,mas difícil é me fazerem entender que sou,não é por auto-estima é algo mais,algo que minhas palavras não bastam.É tão simples,mas esse é um efeito colateral de ser HUMANO,você sempre complica o que parece ter sido tão bem feito,incapaz de complicá-lo.
Bem,mas voltando ao desafio...Eu sei que essa não é uma característica do meu ser,isso é algo que temos.Algo que parece tão comum que se perde ao nosso dia,nós somos assim HUMANOS inseguros,podemos conviver com a insegurança assim como vivemos com as insatisfações,podemos viver até que....chegue o DESAFIO.
Ali eu estava,vivendo minha vida e fazendo o que eu chamava de roteiro,sabe eu achava que se tudo não fosse sempre da mesma forma,se todos os meus afazeres não fossem os mesmo todos os dias,como eram,eu achava que daria tudo errado.Eu achava que não suportaria,e talvez meu erro foi ter muito talvez,meu erro foi achar,meu erro foi me prender ao minimo,pois seria muito mais fácil achar do que tentar.
Meu comodismo gritava dentro de mim,gritava tão alto que me deixava surda para qualquer ego que tentasse me ajudar,nem um humano pacífico poderia mudar aquela chatice de roteiro,no fundo eu sabia que tudo naquela vida mesquinha era insuportável.E mesmo sendo figurativo eu ouso dizer,que era o barulho do comodismo me corrompendo.
Eu não sei bem quando eu mudei,no começo nem sabia porque estava mudando,parecia muito tarde,parecia que eu já tinha escrito meu livro a caneta,mesmo sabendo que a vida não poderia ser um rascunho e depois quando eu estivesse pronto seguiria a sério aquele  pequeno esboço,eu queria achar que era assim.Por mais que parecesse que tudo já havia se concretizado e escrito a caneta,bem no meu interior  eu queria achar que estava escrevendo ali um rascunho.Mas quando por um minuto eu decidi parar e pela primeira vez pensar de verdade,percebi que podemos fazer alusões da vida,com um livro de páginas,podemos dar o exemplo que quisermos para comparar a vida,mas não há nada nesse mundo tão único e tão original quanto ela,porque  ela está em tudo e em todos e não há algo assim...tão vida,porque se houvesse seria vida.
Por um momento da minha existência eu decidi tirar das caixas empoeiradas,um dos desafios que me foi concedido e talvez o mais importante,que dizia assim: "Antes de qualquer desafio,desafie seu ego,antes que o comodismo te desafie"

2 comentários:

  1. Adorei flor, com certeza inspirador, beijo
    http://procurafeminina.blogspot.com

    ResponderExcluir