quarta-feira, janeiro 29, 2014

MORA AQUI,MORA AÍ.

Você pensa que o problema são as pessoas e logo pensa que o problema é você.Pode ser,afinal estamos inclusos nesse número finito,nem tão eu diria,de humanos honrados por ter um título tão decente,que talvez nem sempre seja capaz de descreve-los.
A complexidade não foi feita pra ser entendida,mas eu como pessoa insistente que sou não desisto dela,não desisto.Já que provavelmente vou me cansar,que meu cansaço seja de persistência,já que tudo vai passar que tudo passe e vire vivência.Voltando as pessoas...quando me refiro a complexidade também me refiro a elas,da mesma forma que me refiro a mim.
Num mundo onde não é a verdade ou a solidariedade que estão viradas ao avesso,são as pessoas mesmo.Nem vou escrever aqui,nessas palavras o que penso pra mudar essa situação,o que desejo pra melhorar esse mundão.Vai ver sou eu vendo o lado negro da história,será?Sempre pensei que meus olhos era de algodão doce,sempre pensei que minha serenidade era maior,sempre pensei em pensar sempre.Confusão não?Herdei da humanidade,digo a confusão.
Já cogitei pensar que precisava da inocência embalada pra consumo,cogitei pensar que precisava da alegria como pó mágico,cogitei pensar que precisava dessas coisas que  "produzimos",quando usamos nossa incrível capacidade de sentir.Cogitei pensar que precisava disso tudo a minha mão,nesse momento eu parei em pensei na frase "dinheiro não compra felicidade",vai ver foi por isso que faltou a garrafa da inocência no super mercado.Somos capazes de falar coisas boas e ruins,somos capazes do que quisermos.O problema é que usam a capacidade de forma infinita de mais.Eu amo lhe dizer que te amo infinitamente,eu amo poder imaginar uma infinidade das minhas coisas preferidas.Mas hoje esse número incerto do que é o infinito já não me é tão bom.
Não quero ouvir dizer que o ruim pode ser infinito porque sei que é mentira,não temos tanto tempo assim.Pena que você não sabe,pena que você esgotou a sua inocência,acabou com a minha,destruiu a nossa e hoje temos maldade e felicidade.Ela mora aqui,mora aí.Mas só você vai saber pra onde ir.
Só pra acabar vou lhe dizer,a inocente criança é o consciente adulto.Mas tenha consciência de verdade,sem risadas irônicas,sem amores platônicas.Viva,por viver.Faça por fazer.

4 comentários: